Câncer de Boca

    Aproveitando a semana da voz, vamos falar um pouco sobre a atuação fonoaudiológica em pacientes com Câncer de Cabeça e Pescoço, mais especificamente sobre o câncer de boca. O Brasil é o terceiro país no mundo com maior índice de câncer de boca.
    Este tipo de câncer é uma doença pouco conhecida e normalmente o diagnóstico ocorre de forma tardia. Os locais mais acometidos são o lábio inferior, a língua e o assoalho bucal. Embora a causa do câncer bucal esteja relacionada a múltiplos fatores, estudos revelam que o álcool e o fumo são fatores potenciais para o surgimento do câncer de boca. A mucosa bucal é bastante vulnerável a uma série de lesões induzidas por agentes físicos, químicos e biológicos. Outros fatores de risco para o aparecimento do câncer bucal podem ser herdados ou adquiridos, dentre eles podem ser citados a radiação solar, vírus, fungos, ausência de higiene bucal, má alimentação, dieta rica em gorduras, ferro e/ou pobre em proteínas e vitaminas (A, E, C, e B2). Além de deformidades, o câncer de boca pode causar disfunções na deglutição, fonação e mastigação, pois podem estar comprometidas uma ou mais estruturas, parcial ou totalmente.
    Além disso, acarreta também distúrbios nutricionais e emocionais, o que leva a uma piora no estado geral de saúde. Portanto, CUIDEM-SE e fiquem atentos. O auto exame da cavidade oral também é fundamental, observe se há feridas, dor, inchaço, nódulos ou manchas persistentes. Se sim, não deixe de procurar um médico. Caso se confirme o diagnóstico de câncer, procure um fonoaudiólogo para uma avaliação!

IMG_1615