Como me proteger dos efeitos do ruído? Conheça os atenuadores de ruído customizados.

O ruído ambiental é um problema de saúde pública mundial. Sabemos que a exposição à elevados níveis de pressão sonora está associada à diferentes problemas de saúde, como zumbido, insônia, estresse e até problemas cardiovasculares. Mas, o que podemos fazer para nos proteger? 
Pensando em grande escala, o estado deve se responsabilizar em realizar as obras de expansão e melhoria considerando materiais e projetos que atenuem o ruído das construções e cidades. Uma escola construída com materiais menos reverberantes e que isolem o ruído externo, pode refletir na melhora da capacidade de aprendizado das crianças e na redução do esforço vocal do professor. Viu?! Todos ganham.  Para você ter uma boa noção de como o ruído atrapalha a saúde e educação e de como a engenheira acústica deveria ser mais valorizada,  assista aqui o vídeo da TED Talk do Julian Treasure sobre o assunto (créditos para Dra. Mariana Guedes, da Audição na Criança que compartilhou o vídeo recentemente no Face, rs).
Há três anos a Câmara Municipal de São Paulo em Parceria com a ProAcústica, realiza a Conferência Municipal sobre Ruído, Vibração e Perturbação Sonora, com o objetivo de debater acerca dos impactos da poluição sonora na saúde humana e no meio ambiente urbano, e claro, propor soluções. Mas, enquanto nem tudo o que é discutido é realmente colocado em uso, nós podemos nos proteger e proteger nossa família do ruído de outras formas. Além disso, algumas profissões e situações que vivemos  não dependem apenas do tipo de construção ou ambiente, mas por essência estão associadas à níveis de pressão sonora elevada.
Os trabalhadores da construção civil, indústrias e etc, contam com a legislação trabalhista para proteger sua saúde auditiva. A segSem títulourança o trabalho deve oferecer e fiscalizar o uso protetores auditivos, abafadores de som, acompanhamento médico, audiológico e etc. 
Agora, tem uma categoria de profissionais que está diretamente associada à exposição à níveis elevadíssimos de pressão sonora, mas que dificilmente usam alguma proteção… Já sabem né!? Sim, os Músicos! Veja na figura ao lado o nível de pressão sonora que um show de rock pode chegar e o tempo máximo que seria seguro para nossa audição nessa situação. Chocante, né?
Muitos músicos não têm orientação sobre os cuidados com a audição apesar de terem a audição como um dos preciosos instrumentos de trabalho. Hoje muitas escolas de música abordam esse tema, mas na prática, infelizmente, a maioria dos profissionais da música não faz uso efetivo dos protetores… Mas, por qual motivo isso acontece? Bom, isso acontece pois muitos protetores disponíveis no mercado são universais e atenuam o som modificando a qualidade sonora. As espumas moldáveis, o tipo mais comum, podem ser encontradas em farmácias e são recomendadas para situações de barulho, mas sem fala ou música, pois atenuam de forma diferente as frequências baixas e altas, tornando o som abafado, sendo muito difícil entender o que as pessoas falam, além de distorcer muito a música. Assim, esse protetores podem ser usados  em situações como avião, eventos e trabalhos que não exijam muito da comunicação oral (exemplo, guardas de trânsito) e para pessoas que não se importam com a mudança da qualidade sonora. Logo, definitivamente, não é a melhor opção para os músicos, profissionais da mídia em geral ou para os verdadeiros apreciadores de música, rs. 
Então, se você é um profissional da música, da TV, ou vai utilizar o atenuador de ruído em um show ou durante uma situação em que irá conversar com outras pessoas (festas, casas noturnas, trabalho com o público) o ideal é o atenuador COM filtro. O filtro faz com que o som seja reduzido de maneira “flat”, ou seja, atenua todas as frequências de maneira equilibrada, soando muito mais natural. A sensação é de que alguém abaixou o volume da caixa do som. Não altera em nada a qualidade sonora! Atenua o ruído sem abafar a voz, permitindo que o usuário converse normalmente!
Os atenuadores de ruído, com ou sem filtro podem ser feitos no formato da orelha do usuários (com  uma massa específica, moldamos a sua orelha! Não dói nada, viu?!). Esses protetores customizados, são mais eficazes, pois garantem a correta colocação e vedação. Já os universais, nem sempre são colocados corretamente, ou mesmo não encaixam perfeitamente no conduto auditivo e isso pode interferir na real atenuação e incomodar muito o usuário por ficar escapando o tempo topo da orelha… Outra vantagem dos protetores customizados é fato de serem reutilizáveis, podendo durar anos se o usuário tiver o devido cuidado e higienizá-los corretamente. 
E ficou claro que os atenuadores com filtros não são exclusivamente para os músicos e nem apenas para shows de rock, né? Técnicos de som, equipe de produção, profissionais da TV, funcionários de escolas, dentistas, staff e frequentadores de casas noturnas, shows (qualquer estilo), eventos esportivos, escritórios barulhentos, avião e até festas infantis estão no leque de indicações de uso desse tipo de protetores auditivos! Procure na loja de aplicativos do seu celular por “decibelímetro” e com base nessa nessa figura que mostra o tempo máximo de exposição X dB descubra se o seu ambiente de trabalho ou atividade de lazer oferece segurança para sua audição!
Cuide-se, cuide da audição da sua família. O ruído é um vilão invisível, fique esperto! 
Nós da FOPI teremos muito prazer em ajudá-lo com isso! Nossos profissionais são experientes no cuidado com a saúde auditiva e trabalhamos com produtos de extrema qualidade. 
Entre em contato, tire suas dúvidas e marque uma avaliação!  11 3453-0816 ou contato@fopifono.com
musicians-plugs-copy  (atenuadores de ruído customizados, com filtros Etymotic)