Transtorno Fonológico, o que é isso?

O que é?
É uma alteração de fala e linguagem.
Quais as características?
O Transtorno Fonológico, antigamente chamado de Distúrbio Fonético ou Distúbio Articulatório, se caracteriza por trocas de sons na fala (ex: para falar bola, a criança fala pola; para falar vaca, a criança fala faca).
Essas dificuldades na produção dos sons da fala podem interferir na comunicação social, como também crianças com este transtorno são fortes candidatas a apresentarem dificuldade de leitura e/ou escrita, ou seja, ter o rendimento escolar comprometido.
Imagem2
 O que causa?
Ainda é desconhecida a causa deste transtorno, porém existe alguns fatores que podem interferir no desenvolvimento da fala são eles: otites, hereditariedade e estimulação social.
 Diagnóstico
O diagnóstico do Transtorno Fonológico é realizado pelo fonoaudiólogo através de provas de nomeação de figuras, imitação de palavras e de fala espontânea.  O diagnóstico diferencial (realizado através de provas complementares) deste transtorno também é muito importante, pois o fonoaudiólogo consegue planejar um tratamento mais específico e voltado para a dificuldade de cada caso, o que favorece o prognóstico do transtorno.
 Qual o tratamento?
O tratamento desse transtorno é realizado pelo fonoaudiólogo e se diferencia de acordo com a necessidade de cada caso.
 Quando procurar o tratamento?
Se por volta dos 2 anos de idade a criança não fala nada, ou se a criança tem 3 anos e ninguém entende o que ela fala é importante conversar com o seu Pediatra e procurar uma avaliação fonoaudiológica.
A aquisição e desenvolvimento da fala e linguagem pode gerar muitas dúvidas e inseguranças nos pais. Não fique na dúvida, procure um fonoaudiólogo capacitado para orientação, avaliação e tratamento adequado!!!