Você sabe como é feita a Avaliação do Processamento Auditivo?

    A avaliação do processamento auditivo é realizada pelo fonoaudiólogo, utilizando equipamentos e materiais específicos.

      Antes da avaliação do processamento auditivo é indispensável a realização da audiometria e da imitanciometria, pois o fonoaudiólogo precisa ter conhecimento das condições da audição periférica, ou seja, se há ou não uma perda auditiva, líquido no ouvido e etc. O ideal é que estes exames sejam realizados no mesmo dia ou na mesma semana da avaliação do processamento auditivo.

    O exame é realizado na cabine acústica, com audiômetro de 2 canais e com testes padronizados para cada faixa etária. O primeiro passo da avaliação é a entrevista com os pais ou paciente (adultos), onde são extraídas informações sobre a saúde geral, desenvolvimento, aprendizagem e comportamento para que sejam identificados sinais e queixas que possam indicar uma alteração do processamento auditivo.

    Em seguida o fonoaudiólogo irá selecionar quais testes irão compor a a bateria de avaliação. Em média são utilizados 6 testes que avaliam diferentes habilidades auditivas (localização, memória, figura-fundo, processamento temporal…em breve faremos um post para explicar cada habilidade auditiva).

    A duração da avaliação pode variar, dependendo da quantidade de testes, atenção e cansaço do paciente. Em alguns casos a avaliação pode ser realizada em duas sessões.

image
    Para o diagnóstico o fonoaudiólogo irá analisar o desempenho nos testes como um todo e definirá a conduta considerando o desempenho e histórico do paciente. Na FOPI um relatório detalhado com a descrição de cada testes e os resultados encontrados no exame é elaborado e em dentro de 5 dias úteis o enviamos por e-mail ou marcamos uma sessão de devolutiva. Também discutimos os resultados com os demais profissionais envolvidos no atendimento da criança e quando necessário orientamos a escola.
    As habilidades auditivas são fundamentais para o processo de aquisição dos sons da fala, alfabetização, atenção e memória. Por isso a avaliação do processamento auditivo tem sido cada vez mais solicitada pela escola, pediatras, otorrinolaringologistas, neurologistas psicopedagogos e fonoaudiólogos que fazem diagnóstico e terapia dos transtornos de linguagem e aprendizagem.
   Você pode conferir aqui as queixas e sinais que os indivíduos com essa alteração podem apresentar.
    Qualquer dúvida entre contato conosco pelo e-mail contato@fopifono.com ou pelo telefone 11 3453-0816